Noticia - Assoleste, COOPESAFT e Prefeitura de Tumiritinga buscam incentivos para o município em Vargem Grande, referência regional na indústria de lingeries

Assoleste, COOPESAFT e Prefeitura de Tumiritinga buscam incentivos para o município em Vargem Grande, referência regional na indústria de lingeries em 26/03/2018

Na última quinta-feira, 22, representantes da Assoleste, da Prefeitura Municipal de Tumiritinga e da Cooperativa de Economia Solidária dos Agricultores Familiares de Tumiritinga (COOPESAFT) se locomoveram até o povoado de Vargem Grande, a 3 Km de São João do Manteninha. Como o povoado é considerado um polo regional em confecção de lingeries, o objetivo da viagem foi buscar recursos, apoios ou conhecimentos que pudessem ser investidos no município, a fim de gerar emprego na cidade e movimentar a economia local.

 

Compuseram a comitiva Elidamárcia Lana da Silva (secretária executiva da Assoleste), Eufran Ferreira Lima (chefe da Secretaria Municipal da Fazenda de Tumiritinga), Tereza Tolentino (secretária da Assistência Social), Márcia Calixto (chefe de gabinete da Prefeitura), Renato Medeiros (presidente da COOPESAFT) e Dayane Guimarães (tesoureira da organização).

 

A ideia inicial era viabilizar, num futuro próximo, a construção de uma fábrica do produto no município, pois a COOPESAFT recebeu uma doação de 10 máquinas de costura semi-industriais, o que poderia servir para iniciar a estrutura. No entanto, numa visita à fábrica do empresário Emerson Xavier, a conversa acabou tomando outros rumos, como, por exemplo, a possibilidade do empresário montar uma sucursal de sua fábrica no município.

 

A fábrica de Emerson, que já funciona há 18 anos, emprega 90 funcionários, onde cada um consegue ganhos médios a partir de 1.300,00 reais mensais. Estima-se que o setor emprega, diretamente, cerca de 600 pessoas no povoado, que possui por volta de 3.000 habitantes. A injeção que o setor provoca na economia local não para por aí, pois acaba gerando empregos indiretos, devido à circulação do dinheiro.

 

A gerente de produção da fábrica, Tatiane Almeida, falou um pouco sobre como se orgulha de trabalhar há 13 anos no local. Ela, que começou como secretária, contou como o setor permitiu seu crescimento profissional, a ajudou a pagar a faculdade de administração e o MBA em gestão de pessoas, e enfatizou a importância da indústria de lingeries para o povoado. Ela lidera uma equipe de 47 costureiros e diz que a média de produção é de 240 peças diárias por cada operário.

 

A reunião não terminou concretizada, mas ambas as partes se comprometeram em dar seguimento à ideia. Próximos encontros ocorrerão, para analisar se as máquinas ganhadas corroboram com o projeto, quais métodos podem ser utilizados e um possível treinamento de pessoal, que seria oferecido da parte do empresário Emerson.

 

A secretária executiva da Assoleste, Elidamárcia Lana da Silva, comemorou o avanço na comunicação entre as partes. “A Assoleste não mede esforços para ajudar os municípios que integram a entidade e se orgulha de estar sendo a mediadora do que pode ser uma conquista positiva para o município de Tumiritinga” – reiterou ela.



Cidade de Tumiritinga-MG

Os habitantes se chamam tumiritinguenses. O município se estende por 500 km² e contava com aproximadamente 7.000 habitantes no último censo. A densidade demográfica é de 17,4 habitantes por km² no território do município.

Fale Conosco

  ouvidoria@tumiritinga.mg.gov.br
  (33) 3235-1166
  Av. Amazonas, 864
Centro - CEP: 35.125-000